sábado, 21 de março de 2015

CAIXAS ESTRANGEIRAS (FOREIGN BOXES)

Hora de falar de caixas lançadas fora do Brasil. No início de sua produção, na década de 1970, o Playmobil teve sua licença cedida a várias fábricas de brinquedo ao redor do mundo.

Pelo menos 13 países produziram os bonecos naquela época: Brasil (TROL e Estrela), Argentina (Antex), Peru (Basa), México (Aurimat), EUA (Mattel e Schaper), Canadá (Irwin Toys), Espanha (Famosa), Itália (Gig), Reino Unido (Louis Marx Co.), Grécia (Lyra), Austrália (Kenbrite), Coreia do Sul (Hatai Young) e Japão (Meiji, Epoch e Yonezawa). A fabricante alemã Geobra só veio a centralizar o processo de produção lá pelos anos 1990, quando findaram os licenciamentos.

Na minha coleção vintage, tenho uma caixa alemã original (a carregadora de água ao estilo medieval, uma figura jamais produzida no Brasil), uma caixa grega (espécie de banqueiro com maleta) e três embalagens dos Estados Unidos (todas com elementos do Velho Oeste). Para completar, consegui duas caixas mais recentes, da promoção espanhola Telepizza.


Geobra 3372


Lyra 1010


Schaper 2950


Schaper 2953


Schaper 2954


Telepizza (1999)



Telepizza (2002)

Foreign boxes: a trip around Playmobil world
Cajas extranjeras: un viaje alrededor del mundo de los Clicks